O futuro da Impressão 3D em 5 projetos

Inovações, design modernos, novos processos de fabricação e revoluções no mundo. A disseminação da impressão 3D terá efeitos significativos e prejudiciais em algumas indústrias. Reunimos cinco casos que mostram onde a impressão 3D (Manufatura Aditiva) pode chegar num futuro próximo.

 

1) Foguetes, motores e a maior impressora 3D de metal do mundo

 

A Relativity, empresa sediada na Califórnia, desenvolveu uma impressora 3D autodidata capaz de imprimir foguetes inteiros, incluindo motores, dentro de 60 dias. O objetivo é colocar em órbita o primeiro foguete totalmente impresso em 3D até 2020.

 

futuro da impressão 3D

A grande impressora 3D que imprime foguetes em 60 dias. Fonte: www.relativityspace.com

 

Do ponto de vista da Relativity, eles são os primeiros e únicos a usar o serviço de impressão 3D em todas as etapas de fabricação. Comparado a um foguete tradicional, que leva cerca de 18 meses para ser construído, o foguete Terran está pronto para ser lançado em apenas 60 dias. A produção rápida também é favorecida pelo fato de que o Terran requer centenas de componentes a menos que os foguetes, que são produzidos tradicionalmente.

 

Os foguetes são feitos no Stargate , que, segundo suas próprias palavras, é a maior impressora 3D de metal do mundo. Stargate não é apenas grande, mas também inteligente. Durante e após a produção, a impressora avalia independentemente os dados coletados e otimiza seus processos de acordo.

 

Se a Relativity 2020 lançar com sucesso seu primeiro foguete e manter suas projeções para uma produção de foguetes mais rápida e barata, os foguetes impressos em 3D poderão se tornar o novo padrão da indústria.

 

 

Vídeo da Impressora em Funcionamento

 

2) Siemens e Hackrod –  Seu carro dos sonhos

 

A Siemens e a start-up americana Hackrod trabalham em carros de sonho feitos sob medida, que o cliente configura por aplicativo e depois cria diretamente na impressora 3D. “La Bandita” é o primeiro resultado dessa cooperação. O conceito introduzido em 2018 foi projetado com software da Siemens e produzido principalmente em uma impressora 3D do tamanho de uma garagem.

 

futuro da impressão 3d carro

Chassis Produzido em Impressão 3D, lataria em Fiba de Carbono

 

 

Com o projeto, as duas empresas querem transmitir uma visão de futuros processos de design e fabricação. “A Hackrod oferece um modelo completamente novo de fabricação industrial”, diz Tom Tengan, diretor da Siemens Digital Enterprise na Califórnia. “No futuro, isso dará às empresas de médio porte, em particular, a oportunidade de lançar produtos inovadores feitos sob medida para seus clientes, mesmo sem grandes linhas de produção”.

 

3) Bioimpressão – Órgãos e Tecidos Impressos

 

Pesquisadores da Universidade de Tel Aviv, utilizando a impressão 3D, imprimiram um coração humano das células de um paciente em apenas 3 horas. No entanto, o coração tem apenas 2,5 cm de comprimento, o que é tão grande quanto o coração de um coelho.

 

futuro da impressão 3d coração

Primeiro coração impresso em 3D
Fonte: euronews.com

 

 

Embora o coração seja pequeno demais para um ser humano, ele ilustra o potencial da manufatura aditiva no campo da impressão de órgãos. É o primeiro coração impresso em 3D com todos os componentes essenciais, ou seja, câmaras, átrios e vasos sanguíneos. Como o coração impresso é completamente constituído de suas próprias células, ele não precisa de um doador, e sua forma e função podem ser personalizadas.

 

A longo prazo, os pesquisadores querem cobrir a necessidade de doação de órgãos com órgãos impressos em 3D. Levará mais alguns anos até chegar tão longe. Mas o enorme potencial da bioimpressão em suas várias formas já é claramente visível. Por exemplo, uma equipe do Instituto Frauenhofer e da Universidade de Stuttgart foi capaz de produzir tinta óssea capaz de formar um novo tecido ósseo nas partes do esqueleto onde os ossos estão danificados.

 

4) Aeronaves mais econômicas com a Manufatura Aditiva

 

O Airbus Group EADS e EOS queriam investigar como a fabricação aditiva de um componente mudaria o consumo total de energia para esta peça instalada no A320. Os retalhos de abas fabricados convencionalmente e os fabricados usando o método DMLS (Direct Metal Laser Sintering) foram comparados.

 

futuro da impressão 3d aeronaves

Suporte convencional de aço fundido (esquerda) e suporte de titânio produzido usando DMLS.
Fonte: EADS

 

 

Primeiro, as dobradiças fundidas em aço foram comparadas com as peças fabricadas aditivamente com a nova construção de titânio. As novas dobradiças são mais leves e, portanto, menor consumo de energia e impacto ambiental. O design melhorado pode reduzir o peso da aeronave em cerca de 10 kg. Para toda a fase de produção e operação, o consumo de energia do componente poderia ser reduzido em 40%. Além disso, o consumo de matérias-primas foi reduzido em 25% em comparação com o processo de fundição de investimento.

 

5) Alimentos – Pizzas e Companhia, impressão 3D e a comida

 

Pesquisadores do Laboratório de Máquinas Criativas da Universidade de Columbia estão trabalhando para desenvolver uma impressora especificamente para a produção de alimentos. Como aplicações, eles podem imaginar pastas comestíveis, géis, pós e ingredientes líquidos (por exemplo, ovos, manteiga e proteína). Atualmente, a comida impressa, por exemplo, uma pizza, ainda é aquecida por um laser separado. No futuro da Impressão 3D, tanto a impressão quanto o aquecimento poderiam ser feitos com um dispositivo especializado.

 

futuro da impressão 3d comida

Sanna, o protótipo desenvolvido pela Creativemachineslab.
Fonte: Creativemachineslab

 

Se você quiser fazer um bolo de aniversário, com o  futuro da impressão 3D , pode ser algo assim: Você inicia sua impressora 3D na cozinha, carrega os recipientes de ingredientes com chocolate, ovos, farinha, etc., selecione tamanho, forma e cor, vá em frente. Você pode personalizar cada peça individualmente, para quem tem alergias, intolerâncias ou de acordo as preferências de seus convidados.

 

Essa técnica permite produzir alimentos que podem ser perfeitamente adaptados às necessidades de seus consumidores. Para atletas profissionais ou doentes crônicos, que precisam de uma dieta especial, as impressoras alimentícias 3D podem ser uma alternativa no futuro próximo.

 

Quanto mais escrevo sobre este assunto, fico cada vez mais entusiasmado com esta tecnologia. O futuro da Impressão 3D é agora! Se você quer experimentar a impressão 3D, existem muitas empresas que oferecem o serviço de impressão 3D em São Paulo e podem lhe atender.

Sobre o Autor:

Sou Consultor de Marketing Digital e Expert de Vendas On-line com 18 anos de experiência no mercado de internet e mais de 600 projetos digitais desde 1997, isso mesmo da época que não existia Wordpress, só o velho e bom notepad!